Banner Topo

Notícias Policiais!

Aqui você é o Colunista.

Aprovada nova lei de organização básica da PM do Pará

Publicado por em em Pará
  • Tamanho: Maior Menor
  • Hits: 75
  • Assinar Blog
  • Imprimir

Fonte : JORNAL O LIBERAL , caderno POLICIA edição de 20 de dezembro de 2013

Acaba de ser aprovada pela ALESP a Lei de Organização Básica da Policia Militar , que  fixa o efetivo da Polícia Militar do Pará em 31.871 militares, um aumento de 60% do atual efetivo, que se mostra insuficiente para dar segurança aos paraenses. Até hoje já foram mortos no Pará 33  policiais -militares.  Policiais civis eu desconheço o numero exato, mas morreram muitos também.

Atende um anseio geral da população que clama por mais policiais nas ruas .

Todos DPM- DESTACAMENTOS POLICIAIS MILITARES – são elevados para o nível de pelotão passando ser comandado por um oficial  subalterno, com efetivo em torno de 35 policiais-militares. Hoje a maioria dos DPM são comandados por sargentos ou cabos e contam com cinco ou no máximo dez policiais- militares, portanto insuficiente para atender a demanda de segurança da população.

A Lei dá maior oportunidade da praça alçar ao oficialato. Ela cria 222 cargos de oficial de administração ( hoje são apenas 95). Ela cria 24 cargos de oficial especialista ( hoje são apenas 6). Aumenta o  numero de praças dos atuais 16.416 para 28.899 , sendo 253 cargos de subtenente.

A lei modifica o ingresso para incluir como requisito ser motorista habilitado.

A lei fixa em 30 anos o tempo de serviço para militares masculinos e 25 anos para femininos. Completado este tempo, o militar irá ex- oficio para a reserva- remunerada, com uma promoçãosuperior.

A PMPA perdeu grande oportunidade de não aprovar a exigência de nível superior para ingresso na Força, concurso único ,  com carreira única, começando em soldado e encerrando em coronel, como era no tempo dos agais.

Nos tempos atuais não se admite mais  que haja soldado sem nível superior. A Policia Civil já fez este avanço. Hoje na Policia Civil do Pará  todos os seus integrantes tem nível superior e percebem 80% de gratificação em razão deste nível, o que melhora muito os vencimentos . A PM perdeu esta grande oportunidade. Caso tivesse a lei estabelecido como requisito o Nível Superior ganharia a população um policial mais qualificado e este um salario acrescido de oitenta por cento de gratificação de Nível Superior.

A população do Pará  aguarda que em breve uma lei venha preencher esta lacuna aprovando nivel superior como condição primeira para ingresso na Polícia Militar. Carreira única. Iniciando em soldado e encerrando em coronel, como era nos tempos dos agais.

Outra lei que foi aprovada recentemente libera oficiais e praças ativos do serviço burocrático e em ógãos externos a PM, tais como Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Ministério Público, Casa Militar , DETRAN e outros , fazendo retornar ao policiamento ostensivo estes militares ativos. que serão substituidos gradualmente por oficiais e praças da reserva. A Secretaria de Segurança Publica acaba de selecionar 70 oficiais e praças da reserva para assumir cargos administrativos.

Com as citadas duas leis espera-se que menos policiais militares venham ser assassinados em serviço e a população tenha mais segurança, ja´que contar já com um efetivo policial militar nas ruas bem maior que temos agora.

0
  • Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

Visitante Quinta, 17 Abril 2014

Câmeras ao vivo - confira! 

Câmeras ao vivo - confira! 

Câmeras ao vivo - confira!